Dependência Da Maconha

dependência da maconha: a maconha é a terceira substância psicoativa mais utilizada no mundo

Segundo aponta os dados da OMS (Organização Mundial da Saúde), o uso da maconha superou a marca de 200 milhões de pessoas que utilizaram a substância no ano de 2020.

Natural da Ásia Central e Meridional, a Cannabis – nome científico dado ao que conhecemos como maconha – a planta tem causado, há séculos, dependência química e física a seus usuários. Pesquisas recentes mostram que, além dessas dependências, o uso regular da substância pode causar também diversas outros males à saúde, como:

Efeitos no sistema cardiovascular

Afeta diretamente a velocidade dos batimentos cardíacos e a pressão arterial, em usos considerados “passageiros”. No entanto, o uso crônico desta droga aumenta consideravelmente o risco de desenvolvimento de doenças cardiovasculares como AVC, infarto e insuficiência cardíaca.

Efeitos no sistema reprodutor

O consumo de maconha e dependência da maconha aumenta as chances de infertilidade, tanto feminina quanto masculina, por reduzir os níveis de testosterona, causar diminuição da libido, causar a produção defeituosa de espermatozoides e alterações no ciclo menstrual.

Efeitos nos sistemas respiratório e digestivo

Por seu forte efeito dilatador dos brônquios, o uso da substância relaxa seus músculos e facilita a entrada das outras substâncias inaladas junto da maconha, muitas vezes irritantes aos pulmões humanos, causando intensas inflamações respiratórias. Além disso, pode provocar náuseas, dor abdominal e vômitos, que alteram completamente o sistema digestivo e pioram com o uso crônico. [Fonte: Tua Saúde]

Por fim, são diversos os motivos que levam a OMS a se preocupar cada vez mais com o tratamento de dependência da maconha. Mas, afinal, como isso é possível?

A terapia cognitivo-comportamental (TCC) tem se mostrado uma das ferramentas mais úteis no auxílio ao tratamento de dependência da maconha.

Na maioria das vezes, o usuário não compreende a necessidade de procurar um tratamento de dependência da maconha, por não acreditar que possua um problema. Para encarar essa doença da dependência, o usuário conta muitas vezes com o importante apoio familiar.

O tratamento de dependência da maconha acontece por partes. Inicialmente, a conscientização dos malefícios do uso crônico da substância. Em seguida, a parte mais difícil: conscientizar o paciente que ele precisa participar do tratamento de dependência da maconha, para que o paciente se motive e consiga obter sucesso em todo o seu tratamento.

Como escolher uma clínica de recuperação para tratamento de dependência da maconha?

Nos casos mais graves da dependência desta droga, uma clínica de recuperação é extremamente bem vinda para o tratamento de dependência da maconha.

Uma das preocupações principais dos familiares deve ser as instalações que receberão o paciente, garantindo-lhe todo o conforto e estrutura necessário.

Possuir uma equipe multidisciplinar também é de extrema importância na escolha de uma clínica para tratamento de dependência da maconha, já que não somente o acompanhamento clínico é necessário neste processo, visto que o paciente precisa também se readaptar a novos hábitos e estilo de vida, longe do vício da droga.

A Clínicas Carpe Vita possui uma lista com as melhores clínicas de recuperação para tratamento de dependência da maconha do Brasil, capazes de atender com profissionalismo, rapidez e segurança a todos aqueles que necessitam de ajuda imediata para se livrar do vício da maconha.

Contendo em sua base de dados somente clínicas com equipes altamente qualificadas, a Clínicas Carpe Vita auxilia no tratamento de dependência da maconha da forma mais humana e eficaz possível, nunca esquecendo daquilo que realmente importa – o bem estar e a saúde física e mental daqueles que mais amamos.

Entre em contato conosco e saiba mais.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

×

Olá!

Entre em contato conosco agora através do What's App!

×